Biografia

Pe. António Vieira

Em pleno século XVII, enquanto os astrónomos vasculhavam os céus à procura de novas estrelas e novos planetas, o padre jesuíta António Vieira encontrou no mar um meio para iluminar a terra onde os índios nativos eram subjugados pelos colonos brasileiros. Inspirado em Santo António de Lisboa, o santo defensor dos pobres, escreveu este sermão para censurar a escravidão.

Naquela época, os pregadores reuniam à sua volta todas as atenções da sociedade, e os sermões do Pe. António Vieira sempre tiveram um impacte mediático. Não foi apenas defensor da libertação dos escravos, mas também dos judeus, que eram perseguidos pela Inquisição. Nas suas pregações, criticava fortemente os padres seus contemporâneos. Escreveu mais de duas centenas de sermões, setecentas cartas e muitos outros trabalhos de cunho filantropo.